CURSOS LIVRES ONLINE – OFICINAS DE ESCRITA CRIATIVA

Histórias de Vida

Abertas inscrições para o curso online, coordenado por Ana Leonor Tenreiro, a decorrer durante o mês de Abril de 2021.

Ter tempo. Ter memórias e histórias. A idade traz tudo isto. E traz também várias (muitas) pessoas que a vida elege em afetos e afinidades que se traduzem em mais histórias. Escrever em grupo é uma forma de aliar um trabalho criativo visto como solitário a um tempo de partilha que a presença do outro implica, antes, durante e depois da criação literária.

Porque não juntar o útil ao agradável e ocupar o tempo de forma lúdica e produtiva? Que tal estimular a memória e a imaginação, convidando o passado e o presente a encontrar-se numa folha em branco?

Propomos uma formação de escrita criativa para gente madura que já fez muita coisa e não experimentou outra tanta, pessoas de espírito livre e aberto, que gostam de abraçar desafios, e até não se importam de trazer um amigo como testemunha.

Os participantes (re)descobrem a seu potencial criativo, executando exercícios de escrita que “forçam” o desbloqueio da imaginação e da expressão literária.

Munidos de um passado rico em experiências e histórias, é o presente da folha em branco que os convida a jogar como quem escreve, ou a escrever como quem brinca.

Objetivos: Estimular o prazer da escrita; Revelar as capacidades interpretativas; Desenvolver a criatividade, valorizando tanto a produção individual, como a coletiva; Integrar outras áreas de expressão no processo de leitura e escrita; Promover a escuta e a compreensão do Outro.

Coordenação: Ana Leonor Tenreiro

Duração: 4 sessões (quintas feiras – dias
8, 15, 22 e 29 de Abril), das 15h às 17h

Preço: 100€ sócios | 125€ não sócios

Todas as sessões do curso serão gravadas e disponibilizadas aos participantes inscritos, no canal Youtube da AYMP.

Mais informações emhttps://aymp.pt/cursos-livres-online/

Tel.: 91 9972436 | E-mail: menuhinp@cnc.pt

Homenagem a Pedro Saragoça Martins

Pedro Saragoça Martins (04-10-1955 a 02-07-2020) – músico e professor de Expressão e Educação Musical, desenvolveu trabalho nas áreas da formação de professores, da avaliação da formação e da investigação em educação. Foi artista do MUS-E Portugal desde o início do Projeto em 1996 até 2010, tendo continuado sempre a colaborar com a AYMP, nomeadamente como Coordenador Nacional do MUS-E Portugal de 2002 a 2018, e como membro da Direção desde 2002 até à sua partida.

Obrigado Pedro!

20º Aniversário da AYMP

MEMÓRIA DE YEHUDI MENUHIN

Ao assinalarmos o aniversário da Associação Yehudi Menuhin Portugal, importa antes do mais lembrarmos a memória de quem lançou este extraordinário projeto que procuramos pôr em prática em cada dia, fieis ao espírito de quem acreditou sinceramente na força das Artes como fator de inclusão social, de promoção do sucesso educativo, de conhecimento, de solidariedade e de justiça. Temos na memória o dia em que, com Helena Vaz da Silva e Eduardo Marçal Grilo, na Escola número 1 de Algés, tudo verdadeiramente começou, nas imediações da Pedreira dos Húngaros. Perante a alegria dos alunos e dos seus educadores e professores, o Maestro Menuhin batia o compasso, com uma extraordinária felicidade espelhada no rosto e nos seus olhos. Mas a lembrança desse momento constitui uma grande responsabilidade para todos nós, uma vez que somos legatários de uma herança espiritual, de quem, sendo um génio, desde os tempos em que foi um prodígio, por todos saudado e reconhecido, não quis deixar-nos fisicamente sem nos pedir um compromisso, o de continuar a fazer das Artes um fator de melhor aprendizagem e de mais justiça. E assim neste momento, agradecemos a todos quantos tornaram possível este projeto, e exprimimos o mais vivo empenhamento na sua continuidade e no seu fortalecimento. Só assim poderemos ser dignos do compromisso que então assumimos perante um grande Mestre, que continua a ser um exemplo vivo da cultura de paz e da força fantástica da criação artística como modo de nos tornarmos melhores e mais humanos.

Guilherme d’Oliveira Martins

(Presidente da Direção da AYMP)

Lisboa, 27 de janeiro de 2020